Quinta das Bágeiras

logotipo-bageiras

“Lá vai o Fausto para a sua Quinta das Bágeiras”

Foi assim que a população da vila da Fogueira deu o nome ao projecto que criei em 1989. Fausto era o meu avô paterno, cujas vinhas reuni com outras do meu avô materno para fundar a primeira empresa vinícola da Bairrada em mais de 20 anos. Com o apoio fundamental de meu pai Abel, 12 hectares de vinha que até então produziam vinho vendido a granel para caves da região, foram transformados em vinhos engarrafados com a nossa marca. À área de vinha inicial juntaram-se, mais tarde, outros 16 hectares, sempre no melhor “terroir” da Bairrada. A minha convicção era simples: queria que os nossos vinhos fossem feitos com métodos tradicionais, sem tirar lugar à evolução da viticultura e da enologia, que é constante. É por isso que todas as nossas uvas são colhidas à mão, que os nossos tintos são feitos em lagares sem leveduras adicionadas, e os nossos espumantes não têm açúcar residual, por exemplo.

Acredito que a qualidade sem identidade de nada vale. Assim, respeitamos o vinho como ele nos respeita a nós e a ele nos dedicamos, sempre em família, numa paixão de três gerações.

Mário Sérgio Alves Nuno