Montecastro 2016

PDFImprimirEmail
Ribera del Duero - Tinto
Classificação: Ainda não foi avaliado
Produtor: Montecastro
Ano de Colheita: 2016
Grau Alcoólico: 15%
Castas: 100% Temperanilho
Garrafa: 750 ml
Enólogo: Bertrand Erhard
Prémios: 91 Peñín

Preço:
18,90 €
Descrição

Uma jovem adega da Ribera del Duero (fundada em 2001), que com este tinto Montecastro 2016 abre grandes expectativas sobre a qualidade que os vinhos Montecastro podem alcançar. Carnudo, suculento e elegante, tem todas as virtudes dos tintos castelhanos e ao mesmo tempo exprime uma marca muito pessoal, assente na complexidade e nobreza. Agradece uma decantação antes do consumo.

Participam deste projeto grandes personalidades do mundo do entretenimento da mídia, como Julio Iglesias (Cantor), Alfonso de Sala (Sócio Fundador do El Mundo), Juan González (Sócio Fundador do El Mundo) e Pedro J. Ramírez (Diretor de El Español) entre outros.

Aroma: Nariz muito aromático onde a fruta vermelha é o protagonista, complementado com notas de alcaçuz preto e notas balsâmicas (eucalipto). A perfeita integração dos aromas proporcionados pelo envelhecimento em madeira harmoniza o conjunto.

Sabor: Na boca apresenta-se macio e sedoso. Com uma estrutura equilibrada e acidez bem integrada, este vinho destaca-se pela finura, frescura e persistência marcada, características que pressupõem um excelente potencial de envelhecimento.

Viticultura: A variedade e riqueza dos solos em que crescem as vinhas Tinto Fino (Tempranillo) e Cabernet Sauvignon que compõem a Montecastro 2016 conferem-lhe uma grande complexidade, à qual se junta a frescura e a boa acidez derivadas da altitude entre 860 e 923 metros acima do nível do mar onde se encontra a vinha, uma das mais altas da Ribera del Duero. Vintage 2016: Depois de um inverno seco, a primavera chegou carregada de chuvas, permitindo armazenar essa água tão necessária durante todo o verão extremamente seco. As baixas temperaturas da primavera retardaram o surgimento da videira, iniciando o ciclo vegetativo tardiamente. Atraso que foi regulado pelas elevadas temperaturas registadas nos meses de julho e agosto, a ponto de atrasar a maturação nas vinhas mais jovens A vindima de 2016 quebrou o recorde de produção da vindima de 2014, e não só na produção, mas também na qualidade devido às condições climáticas imbatíveis e à excelente saúde das vinhas.Os vinhos desta vindima apresentam-se com muito volume, com boa capacidade para enfrentar o tempo, com redondeza e taninos espectaculares. Uma reminiscência vintage do final dos anos 80 e início dos anos 90.

Comentários

Ainda não há comentários para este produto.