Mouchão Tonel Nº3-4 2001

PDFImprimirEmail
Alentejo - Tinto
Classificação: Ainda não foi avaliado
Ano de Colheita: 2001
Grau Alcoólico: 14.5%
Castas: Alicant Bouschet
Garrafa: 750 ml
Enólogo: Paulo Laureano

Preço:
190,00 €
Descrição
A Herdade do Mouchão, faz parte das herdades históricas do nosso país, mais propriamente no Alentejo. Desta, nasceu um dos mais celebrados vinhos portugueses, o homónimo Mouchão.

Foi no início do século XIX que Thomas Reynolds veio para o Alentejo para se dedicar ao negócio da cortiça, o seu neto John Reynolds adquiriu uma propriedade de 900 hectares, denominada Herdade do Mouchão. A ideia passava para expandir o negocio da cortiça, nesta herdade mas acabaram também por aproveitar e iniciar também a produção de vinhos.

Plantaram vinha e em 1901 construíram a adega. Presume-se que foi John Reynolds quem plantou as primeiras plantas da casta Alicante Bouschet foram trazidas de França.

A expansão do negócio do vinho era notória nesta casa, até que após a revolução de 1974 a herdade foi expropriada, e muito abusada, sendo apenas devolvida à família em 1985. Hoje a Herdade do Mouchão continua a ser gerida e trabalhada pelos descendentes da família original.

O certo é que o vinho Mouchão manteve a sua reputação intacta, e é ainda hoje um dos maiores símbolos da extrema qualidade e longevidade dos vinhos alentejanos. Felizmente ainda podemos hoje ter o prazer de beber vinhos inesquecíveis, desta casa, como as colheitas de 1954, 1963, 82, entre muitas outras.

De salientar ainda que nesta casa sempre houve a tradição de fazer excelentes Aguardentes e vinhos Licorosos.

Em 1996 é criado o Tonel 3-4, pelo enólogo da casa, Paulo Laureano, de forma a premiar aqueles dois tonéis que consistentemente mostravam o melhor dos vinhos Mouchão. Nascia assim o topo de gama da casa, mas Mouchão, é Mouchão e todas as garrafas feitas nesta casa têm o condão de mostrarem o que de melhor se faz pelas planícies alentejanas.
 
O Herdade do Mouchão Tonel 3-4 revela uma cor granada profunda e intensa, no aroma evidencia notas de enorme concentração, com perceções de eucalipto, menta, especiarias e frutos negros. Na boca, a uma macieza inicial, sucede-se uma frescura intensa, um equilíbrio e elegância extraordinários, uma concentração de taninos elevada e uma persistência impressionante. Tudo isto assegura a diferença qualitativa deste vinho e a sua enorme capacidade de longevidade.
 

Comentários

Ainda não há comentários para este produto.