Laderas del Sequé 2012

PDFImprimirEmail
Alicante - Tinto
Classificação: Ainda não foi avaliado
Produtor: Bodega El Sequé
Ano de Colheita: 2012
Grau Alcoólico: 14%
Castas: Monastrell, Syrah
Garrafa: 750 ml
Prémios: Decántalo - 91 pts

Preço:
6,95 €
Descrição

Bodegas y Viñedos El Sequé A vinícola Artadi em Alicante

Juan Carlos López de Lacalle adquiriu a propriedade em 1999 motivado pela vontade de produzir vinhos com conteúdo histórico, autenticidade e personalidade.

El Sequé tem clima e solo próprios, vinha, variedade de uvas, uma tradição milenar e um ecossistema definido. Condições que definem exatamente o conceito de terroir.

São 40 hectares de vinhas assentados em solos calcários castanhos, muito pobres em argila e húmus, uma combinação perfeita para a produção de grandes vinhos com saboroso carácter mediterrâneo. Em pouco tempo, esta vinícola se destacou como uma das casas mais convincentes da D.O. Alicante. A vinícola criada por Juan Carlos López de Lacalle (Artadi, Rioja Alavesa) e Agapito Rico (Jumilla, Alicante), nasceu como um projeto para a produção e envelhecimento de vinhos a partir da variedade nativa da uva Monastrell.

O objetivo final era conseguir vinhos de alta qualidade nestas terras de grande potencial e tradição vitivinícola. Para isso, a vinícola conta com uma esplêndida equipe formada por Jean François Gadeau e Carlos López de Lacalle na direção técnica, e Vicente Milla como chefe de viticultura e enologia. Laderas de El Sequé é um vinhos tinto com DO Alicante com DO Bodegas y Viñedos El Sequé. Este vinho foi elaborado com uvas das castas Monastrell e Syrah. Após o desengace, as uvas foram maceradas a frio durante dois dias. A fermentação do mosto decorreu em cubas de inox a temperatura controlada, durante 14 dias com duas etapas diárias. O envelhecimento decorreu em barricas de carvalho francês durante meio ano.

Vista: Cor cereja intensa e brilhante com um toque arroxeado. Manto médio-alto e lágrimas finas.

Nariz: Os frutos vermelhos maduros explodem junto com flores e plantas aromáticas da floresta mediterrânea. É apenas matizado por algumas especiarias delicadas e suaves notas tostadas. A fruta torna-se doce e um tanto licorosa com o tempo. Saborear na boca Boa entrada, suave e leve que ganha intensidade ao longo da sua passagem.

Na boca: é longo, muito expressivo, suculento, doce e muito saboroso. Especiarias suaves torradas e cremosas, juntamente com notável balsâmico. Boa acidez. Taninos maduros. Final longo, com boa persistência sem ser muito longo, frutado e fresco.

Comentários

Ainda não há comentários para este produto.